Nosso lugar na ONU

O mundo continua a girar, e eis que, como de costume o representante do Brasil faz o discurso de abertura da Assembléia Geral da Organização das Nações Unidas – ONU. Tem sido assim desde a primeira reunião. Não há novidade, exceto que quem preside o Brasil atualmente é uma mulher, por isso, pela primeira vez uma mulher, por ser presidente do Brasil, faz o discurso inicial da Assembléia. Apressados áulicos chegaram a dizer que era a primeira... Leia mais

Governabilidade

Creio não ter sido o único a ficar surpreendido com a capacidade de decisão que possui a atual gerente do Brasil, a presidente Dilma. Durante mais de vinte e quatro horas ele meditou se devia ou não devia demitir um dos ministros que ele escolheu para auxiliá-la na tarefa de governar o Brasil. Ficou evidente que a sua decisão foi a mesma que tomou em relação à saída do ministro Paloci: ela não demitiu. Dilma é uma gerente que não demite.... Leia mais

Promessas passadas geram novas esperanças

Semana passou cheia de novidades, como a celebração da memória do 11 de setembro de 2001. Aos poucos aquela conversa de que foi tudo armação dos americanos e judeus para incriminar os árabes-muçulmanos passa a ser folclore, embora os povos árabes cada vez mais acreditem nessa história. É o que está sendo publicado na imprensa internacional, No Brasil, apesar de a candidata Dilma Rousseff ter informado que era contra a volta da CPMF, o governo... Leia mais

Feliz Aniversário

Sete de Setembro. Desde menino essa data tem um fascínio provocado pelo quadro romântico de Pedro Américo, que pôs o Regente em um fogoso cavalo branco, entre soldados para clamar que deveríamos ser independentes de Portugal ou morrer na tentativa. Lá no fundo da pintura está um carreiro tocando a vida enquanto se fazia a história. Era assim que se pensava nos tempos da monarquia: alguns fazem a história enquanto os demais assistem. Um pouco... Leia mais

Um prefácio para Pretinhas do Congo

Punha nesta página o que escreveu o professor José Bento sobre o meu livro Pretinhas do Congo, uma Nação Africana na Jurema da Mata Norte , a ser lançado no dia 5 de setembro “Africanidades brasileiras” em Goiana – à guisa de apresentação. Estava eu no aconchego do carinho da casa materna, no interior de Minas Gerais (cidade de Lavras), em janeiro de 2011, quando recebi uma mensagem via e-mail, do meu companheiro de ofício Severino... Leia mais

História da “base” e histórias da base da sociedade

Semanas e os dias passam, cultivamos sempre a esperança e nos alegramos com as conquistas diárias com as quais construímos nossas vidas. O esforço diário é que nos permite termos o que temos, nada vem do céu, gratuitamente, não existe essa mão invisível que concede benefícios, embora minha avó e minha mãe tenham me ensinado que “Deus ajuda quem cedo madruga”, ou seja, que trabalha. Nada vem dessa mão invisível que certo programa... Leia mais

Como professores são tratados na amizade de sindicatos governistas

ARTIGO DO PROF> PIERRE LUCENA “Apesar da ridícula proposta do Governo, os sindicatos Andes e Proifes, que representam os professores das universidades federais, resolveram aceita-la, e dificilmente a greve será deflagrada no restante das universidades. Para deixar a história ainda mais confusa, na reunião de ontem o representante do Governo ainda voltou atrás na proposta de aumento de 4% (só no ano que vem), dizendo que os 4% incidiria... Leia mais

Kaosnavial

Estacionado em um dos últimos engenhos levantados nos últimos anos da primeira parte do século XX, em Nazaré da Mata, PE, tenho a experiência de participar da construção de um filme. O filme trata do encontro de artistas de experiências diversas, de lugares físicos e culturais que se tocam tão superficialmente que, se pode pensar, eles não têm relação. Filma-se o encontro de Jorge Mautner, autodenominado Filho do Holocausto, filósofo... Leia mais

A Pretinha do Congo, a Ciranda e a educação na Mata Norte

Como alguns já vinham dizendo à boca pequena, esse modelo, que tanto tem feito a alegria dos produtores e consumidores, começa a apresentar claramente seus rachões. Foi comunicado que uma empresa que exige conhecimentos maiores que apertar parafusos decidiu não se estabelecer em Goiana acusando a ausência de mão de obra especializada. E empresa está lembrando que sem uma política educacional séria não há como integrar-se moderno universo... Leia mais

Roubos e algemas

Enquanto visito minha família que mora na Paraíba recebo informe que minha casa foi assaltada pela terceira vez em três meses, entrando para a bela estatística do vitorioso programa Pacto com a Vida do governo pernambucano. Estamos contentes por terem ido à nossa casa em um momento em que todos nós estávamos fora. Não devo reclamar sobre essa situação, uma vez que, caso a polícia queira descobrir quem me assalta com tanta insistência pode... Leia mais