28 jan 2010 @ 9:27 AM 
 

Resenha – Armas, germes e aço. Os destinos das sociedades humanas.

 

Solange Lopes de Alencar[1]

DIAMOND, Jared. Armas, Germes e Aço. Os destinos das sociedades humanas.  Rio de Janeiro: Record, 2005,  472 pp, 7ª. Ed.

Recentemente o biólogo norte americano Jared Diamond  se envolveu numa querela academicista sobre a veracidade de um de seus artigos. Discussões ainda não resolvidas,  contudo não tiram a pertinência da obra gigantesca produzida pelo autor em 1997, ganhador do prêmio Pulitzer de 1998, e que agora está na sua 7ª. Edição aqui no Brasil.

Propondo questões objetivas sobre as sociedades modernas, Diamond lança ao leitor aquela pergunta que nos é reincidente: por que não dominamos o mundo? Ou melhor, por que outra sociedade, que não a minha, detém mais poder? Propondo-se a responder isso, o autor se volta para todos os continentes e coloca-nos em contato com aqueles grupos humanos que começaram a moldar a natureza para sua sobrevivência há 13.000 anos.

Procurando respostas, o autor acabou por produzir uma possível compreensão de como os seres humanos passaram a agir conscientemente no meio ambiente, transformando-o, eliminando-o e finalmente, moldando as espécies mais úteis para sua sobrevivência. Para chegar a isso Diamond utiliza dos campos científicos mais plurais passando pela biologia, sua área, mas não prescindindo da geografia, geologia, zoologia, arqueologia, história.

Por mais biólogo que seja, o autor chama a atenção para que uma leitura genética das diferenças encontradas nos grupos humanos não é única resposta possível. Quando repete a máxima de que o clima frio favoreceu aos habitantes da Europa do norte, enquanto o clima tropical quente e úmido não era estimulante, Jared mostra o quanto os povos do norte se beneficiaram dos conhecimentos desenvolvidos nas partes menos frias da Eurásia (Europa e parte da Ásia), incluindo a agricultura, a roda, a escrita e a metalurgia, e que apenas nos últimos mil anos é que conseguiram produzir autonomamente.

É assim que a obra analisa o desenvolvimento da agricultura, a seleção e criação de animais prestativos aos humanos, a relação entre os contatos com os animais e seres humanos e o resultado disso tudo na contaminação dos germes dos animais aos humanos e os mecanismos biológicos de defesa.

Disso tudo o autor entende o quanto o aspecto ambiental deve fazer parte das explicações sobre as diferenças entre as sociedades. Não ser usado como justificativa, mas como entendimento de que os seres humanos com aptidões equivalentes e em ambientes distintos, usaram o que o local propiciava e se desenvolvia a medida que a necessidade se apresentava. Quando determinados grupos se desenvolveram mais passaram a levar aos outros seus conhecimentos.

Jared Diamond ainda nos provoca a pensar no establishment que se tornou a produção alimentícia através da agricultura. É inconteste os benefícios de produção através do controle da planta. Contudo isso nos faz ver quem  não produz como aqueles que têm de trabalhar duro, preocupar-se diariamente com a busca de comida, chegar perto da inanição por falta dela, não ter confortos como cama macia ou roupas adequadas, além de morrerem cedo. “Na realidade, somente para os cidadãos ricos do Primeiro Mundo, que não trabalham para cultivar sua própria comida, a produção de alimentos (por uma remota indústria de negócios agrícolas) significa menos trabalho físico, mais conforto, menos risco de passar forme e uma expectativa de vida maior.” (p. 104)

A obra de Jared Diamond se torna mais uma leitura, bastante agradável, sobre as diferenças no mundo e as diferenças dos seres humanos. Lembrando pelo próprio autor que o  uso que alguém faz de uma explicação histórica é diferente da explicação em si.

 


[1] Especialista no ensino de história,  Professora da rede estadual de ensino e aluna do mestrado em história pela UFPE.

Resenha lida no programa QUE HISTÓRIA É ESSA, da Rádio Universitária 820 AM, da UFPE, no dia 27 de janeiro de 2010.

Tags Categories: Sem categoria Posted By: Biu Vicente
Last Edit: 28 jan 2010 @ 09 31 AM

EmailPermalink
 

Responses to this post » (4 Total)

 
  1. Troy disse:

    woodcock@faier.santayanas” rel=”nofollow”>.…

    thank you!!…

  2. douglas disse:

    oozed@megarians.warring” rel=”nofollow”>.…

    good!…

  3. chester disse:

    gluttons@borderline.daydreaming” rel=”nofollow”>.…

    thanks for information!…

  4. randall disse:

    lien@kirk.audience” rel=”nofollow”>.…

    ñïñ çà èíôó!…

Post a Comment

You must be logged in to post a comment.

\/ More Options ...
Change Theme...
  • Users » 1
  • Posts/Pages » 149
  • Comments » 592
Change Theme...
  • VoidVoid « Default
  • LifeLife
  • EarthEarth
  • WindWind
  • WaterWater
  • FireFire
  • LightLight

02 de dezembro de 1870



    No Child Pages.