Sobre a bobagem da censura

Achei bobagem um dos bispos auxiliares da Arquidiocese de Olinda e Recife suspender a assinatura da NETFLIX por causa da irreverência de um filme cômico. Maior bobagem é anunciar que o fez, pois induz os católicos a aceitarem a ideia de controle da arte, apoiando as bobagens que o o atual governo está a fazer na área da cultura. Além do que, lembro que, antes que o bispo tivesse nascido, os católicos já viram esse fracasso no tempo em que Anselmo Duarte fez o belíssimo Pagador de Promessa. Eu tinha dez anos e os padres recortavam os jornais para que não tivéssemos acesso ao que acontecia além dos muros do Seminário Menor da Várzea. João XXIII tentava abrir a janela que este bispo, décadas depois, que fechar. Nem quero lembrar o que ocorreu com o filme francês sobre Maria. O testemunho da fé pode até ser nestes termos, mas é melhor dialogar, não apenas com outros religiosos, mas com os não religiosos, como aponta documento do Concílio Vaticano II.
Antes que eu esqueça, ao cortar a sua assinatura (até parece a birra de bolsonaro com a FSP), o bispo se proíbe de ver OS DOIS PAPAS, que narra a transição do antigo presidente do Tribunal do Santo Ofício para o Pastor de Buenos Aires.

About the Author

Nascido em Carpina, na Zona da Mata Norte de Pernamabuco, cresci no Recife, onde fiz todos os meus estudos em escolas públicas. Sou formado em Teologia no Instituto de Teologia do Recife - ITER; licenciado em História pela UFPE, onde defendi dissertação sob o tema "A Primeira Guerra Mundial na Tribuna religiosa: o nascimento da neo-cristandade" e a tese doutoral "Entre o Tibre e o Capibaribe: os limites da igreja progressista na arquidiocese de Olinda e Recife". Publiquei Anotações para uma visão de Pernambuco no início do século XX, pela Editora Universitária UFPE. Sou pai de Ângelo, Valéria e Tâmisa,filhos de tereza; e avô de Rafael, Lucas, Tereza e Carolina . Agora sou pai de Isaac, filho de Manuela. Tenho pesquisado a cultura e a sociedade da Zona da Mata Norte de Pernambuco e dessas pesquisas publiquei Festa de Caboclo; Estrela de Ouro de Aliança, a saga de Uma Tradição; e Pretinhas do Congo, uma nação africana na Jurema da Mata Norte.