Nota do Departamento de História da Universidade Federal de Pernambuco pela democracia

Nota do Departamento de História da Universidade Federal de Pernambuco pela democracia.

18/10/2018 10:33 Departamento de História
Reunidos no dia 17 de outubro de 2018, os professores do Departamento de História da Universidade Federal de Pernambuco, após uma análise da conjuntura política do país às vésperas do segundo turno das eleições presidenciais do corrente ano, vem manifestar preocupação quanto aos destinos da democracia no país, e quanto à manutenção dos direitos fundamentais das pessoas inscritos no artigo 5 da Constituição Brasileira de 1988.

Ouve-se neste momento político de eleições que definem os destinos do país, narrativas e proposições de incitação à violência, ao ódio e à discriminação racial e de gênero, de caráter ao mesmo tempo homofóbico, misógino e racista e que anunciam o fim da liberdade de expressão.

Defende-se a tortura, a licença de matar, as armas na mão. É apresentado como aceitável expulsar opositores políticos do solo brasileiro pela ameaça de fuzilamento. A palavra de quem prega fuzilamento de adversários políticos, extermínio de criminosos e cidadania desigual é uma ameaça à democracia e configura-se como invocação de um autoritarismo, ou pior, um fascismo.

Os ‘frutos’ de tais discursos já evidenciam que a violência desmedida descortina-se de norte a sul do país: pichações com suásticas em banheiros de locais públicos, tais como no Centro de Cultura e Artes desta Universidade, assassinatos de lideranças comunitárias, como a do mestre de capoeira ocorrido recentemente na cidade de Salvador por motivos torpes de carácter político partidário, dentre outros. Os noticiários nos diversos meios de comunicação dão conta que ‘o pior do passado pode estar por vir’

Diante do acima exposto, os professores do Departamento de História da Universidade Federal de Pernambuco, vem por meio deste repudiar os autores e seguidores dos que propagam este projeto de sociedade de caráter nazifascista e antidemocrático.

PELA DEMOCRACIA! PELA EQUIDADE! CONTRA O FASCISMO!

About the Author

Nascido em Carpina, na Zona da Mata Norte de Pernamabuco, cresci no Recife, onde fiz todos os meus estudos em escolas públicas. Sou formado em Teologia no Instituto de Teologia do Recife - ITER; licenciado em História pela UFPE, onde defendi dissertação sob o tema "A Primeira Guerra Mundial na Tribuna religiosa: o nascimento da neo-cristandade" e a tese doutoral "Entre o Tibre e o Capibaribe: os limites da igreja progressista na arquidiocese de Olinda e Recife". Publiquei Anotações para uma visão de Pernambuco no início do século XX, pela Editora Universitária UFPE. Sou pai de Ângelo, Valéria e Tâmisa,filhos de tereza; e avô de Rafael, Lucas, Tereza e Carolina . Agora sou pai de Isaac, filho de Manuela. Tenho pesquisado a cultura e a sociedade da Zona da Mata Norte de Pernambuco e dessas pesquisas publiquei Festa de Caboclo; Estrela de Ouro de Aliança, a saga de Uma Tradição; e Pretinhas do Congo, uma nação africana na Jurema da Mata Norte.