Arquivos

sobre caminhões, óleo e governo

Quando se governa um povo acostumado ao comando paternal/autoritário, julga-se que tudo pode ser feito e nada será contestado seriamente, assim o poder é mantido. Ocorre que o poder que é fonte de prazer é, também objeto de desejo. Os gulosos quando estão à mesa querem tudo para si. Esta é a surpresa dos governantes […]

O fim da escravidão não é o mesmo que a conquista da liberdade

Estamos sempre em tempo de comemoração, uma vez que sempre estamos a lembrar um passado, e todos os dias que vivemos nos remetem a acontecimentos, dos quais escolhemos alguns para lembrar e celebrar. Assim as celebrações, as efemérides são um passado, não o passado. Sempre lembramos um passado que nossa memória pessoal, ou coletiva escolhe […]

Relatório Projeto OLINDA 1817 2017

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE FILSOSFIA E CIÊNCIAS HUMANAS DEPARTAMENTO DE HISTÓRIA RELATÓRIO DO PROJETO DE EXTENSÃO OLINDA 1817 2017 Prof. Dr. Severino Vicente da Silva O projeto OLINDA 1817 – 2017 foi apresentado e aprovado pelo Pleno do Departamento de História da UFPE na reunião em novembro de 2016, com os seguintes objetivos: […]

6 de março – Dia Santo de Guarda

É a primeira vez que o dia 6 de março é comemorado como um feriado em todo Pernambuco. Feriado é um dia excepcional, desses que existem para serem vividos de maneira intensa, pois nele se vive uma humanidade. O feriado existe para que pensemos sobre o que ocorreu no passado de tão intenso que nos […]

Cegos condutores e cegos seguidores

Cada geração humana tem construído condições que garantiram a sua sobrevivência e, mais importante, simultaneamente vieram favorecer a geração seguinte. Parece que a princípio esse foi um objetivo individual que, por força do gregarismo a que os humanos são obrigados por conta de sua fragilidade física diante as demais espécies, foi se tornando coletiva. É […]

Mistério, Heróis, moedas, futebol e universidades

Quase o fim do ano, quase o fim. O fim da paciência, o fim de tentar compreender que sou insuficiente para aproximar-me do mistério. Tudo parece ser um mistério que a sociologia não alcança, que a filosofia não desconfia. O Brasil virou a Mangueira de Paulinho da Viola: “é um pouco mais que os olhos […]