Arquivos

D de Dezembro, de Direitos Humanos,

Estudava eu no Colégio Estadual Dom Vital, localizado próximo ao Mercado de Casa Amarela, e recebi de uma colega um LP de Moacyr Franco, que guardo até hoje e, vez por outra o ponho na rodar. Entre as muitas versos de Nazareno de Brito, um deles me vem desde então: “Cada um ver dezembro no […]

Professora Zefinha, Presidente do Conselho de Moradores de Nova Descoberta, minha irmã

Que coisa que é a vida da gente, vida que a gente vive na direção da morte que é a renovação da matéria e ponto de reflexão sobre a vida. Hoje, no meio da tarde meu sobrinho telefonou para me informar que sua mãe, minha irmão mais velha, Zefinha, acabara de falecer. Foi decorrência de […]

Sobre três portarias e o Patrono dos Direitos Humanos

O Ano de 2017 termina com muitas portarias, decretos e sanções presidenciais. O governo age, a sociedade reage e o governo vê-se obrigado a refazer seus atos. Mas há quem exagere nas críticas. Recentes portarias e decretos emanados do poder executivo, a exemplo da modificação na tipificação das condições de trabalho análogo ao trabalho escravo, […]

Fernandão e Edwaldo Gomes – amigos

Nesta semana, em um dia, a vida mostrou-se em sua face mais esperada e mais surpreendente para mim: a morte. Ela já apresentou-sê-me de muitas maneiras, desde que alcancei o que chamam – chamavam – de Idade da Razão. Um pouco antes veio a morte de tia Djanira, mas logo depois veio a morte de […]

Pátio de Nossa Senhora do Rosário dos Homens Pretos de Olinda

Terminei a leitura de ADROS, PÁTIOS E PRAÇAS PÚBLICAS, de autoria de Fernando Guerra de Souza, professor de História da Arte no Departamento de Arqueologia da UFPE, uma publicação do Centro de Estudos de História Municipal – CEHM, desta cidade do Recife. Sua leitura nos convida a percorrer os muitos espaços de sociabilidade criados ao […]

Cultura durante a ditadura iniciada em 1964

CULTURA DURANTE A DITADURA iniciada em 1964 (Texto para palestra proferida na celebração do 35º ano da Associação dos Docentes da UFEPE, ADUFEPE, no dia 29 de abril de 2014) Prof. Dr. Severino Vicente da Silva Agora é o tempo de tudo, de tudo fazer, de tudo lembrar, de tudo esquecer e, porque não? de […]